quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

"Eu bem te disse..."

"...para não ires treinar na 3a feira!"

Então... e eu não fui mesmo! Aquelas queixas que eu senti no final do último treino deixaram-me desanimado e preocupado uns dias porque as dores estavam a ser difíceis de suportar mesmo nas tarefas normais do dia a dia. Ao ponto de ter perdido autocarros a caminho do trabalho e ter levado mais que uma buzinadela por ter acabado de atravessar a estrada quando já estava verde para os carros.

Descanso, anti-inflamatório, mais descanso mas uma semana depois ainda sentia desconforto a andar. Meti na cabeça que hoje iria ao hospital depois de sair do trabalho. Já tinha sido difícil meter na cabeça que era um disparate ir fazer a prova do troféu das localidades em Valejas, mas a certa altura não havia outra opção a tomar. Eu sou um gajo que demora a convencer-se a si próprio. Ironia do destino: hoje tive mesmo que ir ao hospital por outros motivos e "já-que-cá-estou-despacho-mesmo-isto"...

A coisa começa bem quando estou na triagem e digo ao enfermeiro que sou corredor e ele me responde que "já somos dois". Passado nem 30 segundos já ele me estava a perguntar quando tempo é que fiz no Fim da Europa no ano passado (ele fez menos que eu e pelo tom de voz daquele olhar, deve ter sido bastante menos!), disse-me que este ano não podia participar (e eu logo se vê) e podíamos ter ali ficado o resto do dia a falar de corridas. 

A consulta também correu bem. Nada de lesões visíveis, tudo aparentemente no sítio, mas não se perdia nada em fazer raio-x para confirmar. E confirmou. O diagnóstico foi que isto se tratou de um estiramento e a recomendação foi descanso e anti-inflamatório diferente do que estava a usar. E mais descanso. E só voltar a correr quando o desconforto passar. Psicologicamente - ou não - até já me sinto melhor.

Passei estes dias a evitar ir ler o regulamento do Fim da Europa para ir ver se aceitam mudança da dados da inscrição ou se têm alguma cláusula de cancelamento por causa de lesões porque cancelar a ida à prova está no fundo da minha lista de opções.

Tenho saudades de treinar de forma consistente. Dos treinos de 5a feira, sobretudo. Sem treinar fico impossível de aturar. E com o trabalho a dar dores de cabeça a cada minuto que passa vamos mas é lá ver se isto melhora nos próximos dias para poder ir libertar algum stress!

12 comentários:

  1. Muita força Nuno e uma rápida e eficaz recuperação!

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado João! Isso é que é preciso.
      Abraço!

      Eliminar
  2. Força Nuno. Rápida recuperação

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ia fazer copy/paste da minha resposta anterior, mas acabei por escrever um texto ainda maior para agradecer e retribuir-te com um abraço!

      Eliminar
  3. Uma coisa de cada vez e o Fim da Europa é só o Fim da Europa, não é o Fim do Mundo :P (eu também estou a pensar não ir... ahahah)

    Fizeste muito bem em ir ver isso (estava difícil!), e agora respeita o teu corpo e o teu tempo de repouso. Há mais treinos, há mais corridas. Pode ser que isso melhore até dia 29 :)

    As melhoras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai vais, vais! Livra-te!
      Uma lesão não é o Fim do Mundo, mas irrita-me... E eu dei muito ênfase aos "erres" da palavra para aumentar o meu desagrado!

      Vai melhorar (este anti-inflamatório tem feito maravilhas!) e conto voltar a treinar em breve mas com calma e juízo, sempre!

      Eliminar
    2. Eu sei... É horrível não podermos participar em algo importante para nós, por estarmos lesionados. Eu percebo perfeitamente. Mas agora importa mesmo é ficares bem :)

      Eliminar
  4. As melhoras, que seja uma rápida recuperação!
    Beijinhos,
    http://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado Ana!
      Beijinhos! (E bem-vinda a este cantinho!)

      Eliminar
  5. Dá descanso ao corpo que ele também precisa. Fui ver o Fim da Europa... não conhecia. Doeram-me as pernas só de ver o percurso :´)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dou, não tenho outra alternativa. O problema é que o corpo diz uma coisa e a cabeça pede outra.

      O Fim da Europa tem tanto de bonito como de exigente mas não é uma prova tão assustadora quanto parece à partida. E eu adoro Sintra! :)

      Eliminar